Em Boqueirão: MPF apura denuncia de invasão de terras pertencentes ao DNOCS

O Ministério Público Federal está apurando uma denuncia sobre a invasão de terras pertencentes ao Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), na cidade de Boqueirão. O MPF solicitou que o DNOCS faça um levantamento das famílias que vivem na área citada na denúncia, que compreende as imediações da Escola Agrotécnica José Augusto Lira.
Nossa reportagem conversou com o diretor do DNOCS, em Boqueirão, Evandro Pereira, que afirmou que já está providenciando o levantamento exigido pelo MPF. Evandro afirmou que na última sexta-feira (14) realizou uma reunião com todas as pessoas que estão dentro da área em questão: “Assim que concluir esse levantamento enviarei para a sede do DNOCS em João Pessoa, para ser entregue ao Ministério Público Federal.
O terreno pertencente ao DNOCS conta com mais de 50 hectares de terra e dentro do território está a Escola Agrotécnica, construída em 1992, através de uma concessão.
A reportagem teve acesso a denuncia:
“Aqui na cidade onde eu moro existe uma Escola Agrotécnica Municipal com o nome Escola Agrotécnica José Augusto de Lira. Essa escola foi construída nos anos 1990 em área cedida pelo DNOCS, ao Município de Boqueirão. Hoje a escola está fechada por falta de investimentos por parte da administração local e com isso uma grande área da escola está sendo invadida. Segundo pessoas que se apossaram da terra, eles tem a posse dessas terras antigamente servia para plantações agrícolas da escola, mas não apresentaram nenhum documento comprovando isso e aos poucos a escola que era referência para o município vai se acabando. Se realmente essas terras forem do DNOCS peço que tomem uma providência”.

VITRINE DO CARIRI


FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários