Sindicato de escolas particulares entra na justiça para manter aulas presenciais em João Pessoa


O sindicato das escolas particulares de João Pessoa deu entrada num mandado de segurança para manter as aulas presenciais, após a determinação da prefeitura de que as escolas e faculdades privadas fossem fechadas nesta quarta-feira (25) devido à alta no número de casos de covid-19.

De acordo com presidente do sindicato, Odésio Medeiros, o mandado de segurança foi protocolado na última sexta-feira (20) e, enquanto o resultado não sai, as escolas permanecerão fechadas.

''Estamos pagando por quem não está cumprindo os protocolos'', disse ele em entrevista ao ClickPB. Odésio argumentou que as praias, ônibus e casas de show vivem lotados, e não seguem protocolos de segurança. ''As escolas seguem tudo, distanciamento, uso de máscaras, álcool em gel'', comentou.

A suspensão das aulas presenciais em João Pessoa atende a um acordo feito pela prefeitura com o Ministério Público Federal e o Ministério Público do Trabalho. O procurador do município, Adelmar Régis, foi procurado para comentar o assunto, mas até a publicação desta matéria não atendeu o telefone.

 Click PB 



FALA PARAÍBA BORGES NETO 

Comentários