Opinião: Cartaxo “esqueceu” os cemitérios e PMJP luta contra colapso devido às mortes pela covid-19


 Eu fiquei estupefato, diria imobilizado em sentimentos de preocupação e repugnância após ler algo absurdo apresentado pelo olhar sempre atento do colega e amigo Suetoni Souto Maior na sexta-feira (12). Escreveu ele, com sua pena bem afiada e rara inteligência, que os seis cemitérios públicos de João Pessoa podem não suportar o número de mortos vitimados pela Covid-19.

E segue o colega informando que “em janeiro, 80 pessoas foram sepultadas nos cemitérios públicos. Este número subiu para 83 em apenas 11 dias de março”, havendo a possibilidade do quantitativo saltar para 250 caso a população não respeite o que vem, há muito, sendo pregado pelos órgãos de saúde. Fato lamentável, em especial por vivermos uma polarização política que atingiu o setor sanitário de todo o país em decorrência do negacionismo do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) e seu séquito que o acompanha em cortejo fúnebre e cego.

Cartaxo foi negligente e irresponsável

Agora outro fator que agravou o quadro já mencionado na capital paraibana: a gestão do ex-prefeito Luciano Cartaxo (PV). Negligente e irresponsável, simplesmente ele não cuidou de forma adequada das necrópoles públicas existentes em João Pessoa. Limitou-se a enviar agentes de limpeza para os cemitérios em momentos que antecediam o Dia de Finados a fim de efetivarem pequenos reparos nos sepulcros e ossários, além de uma demão de cal em tais locais.

De fato, Cartaxo poderia, ao menos, ter consideração com os mortos e suas respectivas famílias. A dor dos familiares que perdem um ente querido merece respeito, no mínimo. Não foi isso que aconteceu na gestão municipal passada. Pior: o ex-gestor vivenciou ao longo de 2020 a chegada e o avanço da Covid-19 no país, em especial, João Pessoa, que teoricamente ele administrava.

Cícero busca soluções para sanar o problema

O prefeito Cícero Lucena (PP) vem tomando uma série de medidas com sua equipe a fim de sanar tal problemática. Em várias frentes de batalha que passam desde a aquisição de leitos e equipamentos destinados àqueles acometidos pela Covid-19 até decretos para tentar frear o avanço da enfermidade na capital e, assim, evitar um colapso no sistema de saúde pessoense, o prefeito segue, como tantos outros, buscando preservar a vida humana.

Primeiras ações

Na manhã deste sábado (13) o chefe do Executivo de João Pessoa esteve no Cemitério Santa Catarina para fazer uma inspeção do local. O mesmo deve ocorrer nos demais campos-santos do município.

E assim fica para a atual gestão, e claro, para os que habitam em João Pessoa mais um triste legado deixado pela administração de Cartaxo. Uma pena, pois tinha o ex-gestor as condições necessárias para promover políticas públicas efetivas para beneficiar o povo.

Problemas no celular

Eu tive um problema no meu celular, de modo que perdi todos os contatos da agenda. Solicito aos amigos, colegas e leitores que recuperei o número, sendo o WhatsApp o mesmo. Basta enviar um oi e o respectivo nome para novamente tê-los nos meus contatos. Ficarei muito grato.

PB AGORA



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários