Cagepa suspende fornecimento de água no Brejo após colapso em barragem

 A Cagepa vai suspender o abastecimento de água em Solânea e Bananeiras, no Brejo da Paraíba, a partir deste mês. Em nota, o órgão afirmou que essa será a última semana do fornecimento em virtude do esvaziamento da barragem de Canafístula.

“Estamos vivendo momento preocupante em todo estado da Paraíba, até porque as chuvas não aconteceram dentro do que era previsto, estamos abaixo, as chuvas que caíram até agora, não fizeram água. Não houve acúmulo nas barragens do estado”, enfatizou o governador João Azevêdo (Cidadania).

Ao Portal MaisPB, a Companh
ia explicou que a região enfrenta “o colapso mais severo das últimas décadas”.

“A barragem secou e em razão disso não há condições de manter o abastecimento. As cidades que até então já estavam em racionamento, agora estarão na situação de colapso”, frisou.

Por causa da situação, o faturamento será suspenso. O comunicado emitido pela Cagepa informa, ainda, que o Estado “busca alternativas de apoiar as prefeituras e cidadãos no enfrentamento à crise”.

O órgão vinha fazendo uma campanha de conscientização e chegou a distribuir caixas d’água à população. Devido ao problema, o estado vai auxiliar os moradores e os municípios com carro-pipa. Ainda não há previsão de quando o problema será solucionado.

Governador tranquiliza população 

Durante o programa Conversa com o Governador, direto do Brejo, o governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou medidas e tranquilizou a população. Entre as medidas a longo prazo, o chefe do Poder Executivo disse que o governo construirá uma adutora entre Campina Grande até Esperança e Remígio para levar agua da Transposição até a central de tratamento da barragem de Camará.

“Estamos com um conjunto de medidas sendo tomadas, adotadas, medidas de curto e médio prazo e até de logo prazo. O Brejo pode ficar tranquilo que a maior obra de segurança hídrica para toda essa região ela vai vir de uma adutora que vamos trazer de Campina Grande à Esperança e Remígio levando até uma estação de tratamento que já está pronta lá em Camará. Aí sim, vamos trazer água do São Francisco para essa região”, destacou.

O governador lembrou que por questões climáticas o Brejo tem deixado de ter grandes volumes de chuvas como ocorria no passado.

“Quando se fala do Brejo, o regime de Chuva é muito mais regular e isso não está acontecendo mais. O mundo todo está passando por isso. Estamos sofrendo hoje e temos um conjunto de medidas a serem tomadas”, ponderou.

MaisPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários