Ministro do STJ mantém prefeito de Camalaú afastado do cargo


O ministro Rogerio Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), manteve o prefeito eleito de Camalaú, Sandro Môco (PSDB), afastado do cargo.

O tucano pediu que a Corte Superior anulasse os efeitos do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), que a pedido do Ministério Público Estadual acatou a denúncia e determinou o afastamento do gestor da função pública e decidiu que ele poderia ser preso caso descumprisse a medida.

Sandro Môco é acusado de fraudar a locação de veículos para gestão municipal e de pedir propina para contratação de shows na região.

 BLOG DO BRUNO LIRA 





FALA PARAÍBA BORGES NETO 

Comentários