Funesc lança Projeto Meji com show que reúne Khrystal e Vieira em duo acústico

 


A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) lança, este mês, o projeto Meji. O show de estreia será na sexta-feira (16), reunindo a cantora e compositora potiguar Khrystal e o músico paraibano Vieira. O encontro será às 20h, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, em João Pessoa. A entrada é 1kg de alimento não perecível, que pode ser entregue na hora do show.

 
De acordo com o presidente da Funesc, Pedro Santos, a iniciativa tem o objetivo de promover o intercâmbio entre artistas da Paraíba e do país. A palavra que dá nome ao projeto vem do yorubá e traz a representação de duas partes, duo, dupla, dois caminhos. É nessa energia que o Meji foi pensado. As edições acontecerão quinzenalmente, trazendo sempre duas personalidades – uma da música nacional e outra local – que se encontram para somar seus talentos com apresentações em formato acústico. No palco, os artistas têm seus momentos solo e em duo. 
 
Outro ponto de destaque do projeto é o incentivo para que a população possa conhecer o Espaço Cultural. “Há um diagnóstico inicial que indica que uma parcela significativa da população sabe da existência do equipamento, mas nunca o acessou. Em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia receberemos estudantes da rede estadual de ensino, atendidos pela Educação de Jovens e Adultos (EJA), que terão a oportunidade de entrar no Espaço Cultural pela primeira vez e, ainda, conhecer um pouco mais da nossa produção musical”, explicou.
 
Khrystal - Seu primeiro disco, “Coisa de Preto”, foi lançado em 2007, com muito coco e samba afro potiguar. Em 2012 foi lançado o álbum “Dois Tempos” e, já no ano seguinte, a cantora ganhou projeção nacional com sua participação no programa The Voice Brasil, da TV Globo. Em 2016, foi a vez do terceiro disco, “Não deixe para amanhã o que pode deixar pra lá”.
 
Em 2015, Khrystal recebeu indicação ao Kikito, no Festival de Cinema de Gramado (RS), como melhor atriz coadjuvante, por sua atuação no filme “A Luneta do tempo”, de Alceu Valença. Em 2018, participou do musical “Elza”, interpretando a cantora Elza Soares nos palcos. A peça venceu a sétima edição do Prêmio Bibi Ferreira, em 2019, levando cinco das nove indicações ao prêmio.  
 
Vieira - Nascido na capital da Paraíba no carnaval de 1996, filho de mãe preta do interior pernambucano, e pai branco ausente e não-declarado, Arthur Vieira cultiva sua estreita relação com a música encharcando-se da plural enxurrada de referências do pós-tudo, dos mestres da Tropicália e dos seus heróis vizinhos, respirando, desde novo, a música negra em sua voz agridoce.
 
Sua ponta de lança é a banda Vieira, projeto iniciado em 2014 com o lançamento do EP Comercial Sul, em 2015. Em 2021, veio ‘Crise dos 20’, primeiro trabalho em estúdio de Arthur Vieira desde o lançamento de Parahyba Vive, EP lançado no início de 2018 fruto do concurso Red Bull Break Time Sessions, no qual o então grupo se sagrou vitorioso após concorrer com mais de uma centena de bandas de todo o Brasil.
 
 
Projeto Meji
Dia 16/09/2022 | 20h
Atrações: Khrystal (RN) | Vieira (PB)
Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira
Entrada: 1 kg de alimento não perecível
SECOM-PB


FALA APRAÍBA-BORGES NETO

Comentários