Cai número de denúncias de propaganda irregular no aplicativo Pardal na Paraíba e coordenadora do TRE vê "processo natural"


 As denúncias de propaganda irregular durante o segundo turno caíram consideravelmente na Paraíba. Conforme apurado pelo ClickPB, por meio do aplicativo Pardal, desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até esta quinta-feira (13), somente 11 denúncias foram registradas no sistema. 

Faltando 16 dias para a realização do segundo turno, o aplicativo registrou 11 denúncia no período de 03 de outubro até esta terça-feira (11). João Pessoa concentra a maioria, 10 e Remígio uma única denúncia feita.

De acordo com a coordenadora da Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Vanessa do Egito, o baixo número segue a tendência normal ao pleito no segundo turno. Para ela, devido à diminuição no número de candidatos é natural que haja redução de denúncias e irregularidades durante a etapa final das campanhas. 

Faltando uma semana para o primeiro turno das Eleições 2022, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) chegou a receber recebeu 264 denúncias por propaganda irregular na Paraíba, em um total de 46 municípios no levantamento. Os municípios paraibanos que somam a maioria das denúncias no aplicativo são: Cabedelo (10), Campina Grande (50), Catolé do Rocha (13), João Pessoa (82), Itapororoca (8), Rio Tinto (6), Santa Rita (21). 

O aplicativo pode ser baixado gratuitamente em smartphones e tablets nas lojas virtuais Apple Store e Google Play. O eleitor que quiser denunciar alguma prática ilegal nas Eleições 2022 pode fazer uma foto, gravar um vídeo ou áudio e enviar os arquivos para a Justiça Eleitoral, responsável pela análise da denúncia. Além disso, todo o processo é feito de forma sigilosa e confidencial, preservando a identidade do denunciante

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários