Justiça espanhola ordena prisão preventiva de Daniel Alves

 

A Justiça espanhola determinou, nesta sexta-feira (20), a prisão preventiva e sem fiança para o jogador brasileiro Daniel Alves. O ex-lateral da Seleção Brasileira responde a uma suposta agressão sexual.

Daniel Alves já havia sido detido pela polícia de Barcelona, na Espanha, mais cedo, ao prestar depoimento sobre o caso.

A denúncia contra Daniel Alves foi feita por uma mulher que estava em uma festa que o jogador participou em uma boate no fim de dezembro.

A mulher afirmou as autoridades que Daniel Alves havia tocado suas partes íntimas. Daniel Alves nega e afirma que estava apenas dançando sem invadir espaço de ninguém.

“Não sei quem é essa senhorita, nunca a vi. Nestes anos todos nunca invadi o espaço de ninguém sem autorização”, declarou o jogador, que se queixou também dos danos da denúncia à sua família”, destacou o jogador do Pumas a uma emissora de TV espanhola.

MaisPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários