Paciente em trabalho de parto denuncia que não consegue atendimento em maternidade de Bayeux por falta de material

 

Uma paciente em trabalho de parto precisou procurar assistência médica em João Pessoa após ter atendimento negado na maternidade de Bayeux. O caso ocorreu no dia 31 de dezembro e foi denunciado pela sogra da gestante.

Em um vídeo gravado na frente da maternidade, a mulher mostra a nora grávida e afirma que, apesar dela já estar em trabalho de parto, terá que se deslocar para João Pessoa, porque a equipe da maternidade afirmou não ter o material necessário para realizar o parto.

''A prefeita diz que cidade tá ótima na saúde. Ótima desse jeito, que não tem nem material pra fazer um parto?'', questiona a mulher no vídeo.

Já no primeiro dia do ano a prefeito de Bayeux, Luciene de Fofinho, se envolveu em uma polêmica na área da saúde, ao fixar na entrada de um hospital, umaviso em tom de ameaça aos funcionários, exigindo que os pacientes fossem bem atendidos. Tanto o Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed-PB) quanto o Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Bayeux (Sintramb) consideraram a atitude da prefeita uma forma de assédio moral contra os profissionais.

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários