Segurança dialoga com lideranças de movimentos do 7 de Setembro na Paraíba para que fixem horários e locais dos eventos, diz comandante da Polícia Militar

 

A Polícia Militar está dialogando com as lideranças de atos promovidos por grupos pró-Bolsonaro e movimentos sociais que estão previstos para acontecer na Paraíba, no dia 7 de Setembro, em João Pessoa, Campina Grande, Patos e Cajazeiras. Em conversa com o ClickPB, coronel Euller Chaves, comandante da Polícia Militar, informou que a orientação é que os movimentos fixem horários e locais dos eventos. 

“A gente está dialogando com as lideranças dos movimentos, através dos comandos regionais, através da nossa orientação, para que definam locais diferentes e se for no mesmo dia, horários diferentes. Como a ideia é fazer no dia 7 de Setembro, que um faça pela manhã e o outro pela tarde em locais diferentes. Se for no mesmo turno, que não seja próximo um local do outro a questão da dispersão do outro”, explicou o comandante.

Este ano, o 7 de Setembro, data que marca a Independência do Brasil, não haverá os tradicionais desfiles. No entanto, nas ruas, estão previstos atos organizados por apoiadores de Bolsonaro (sem partido) e movimentos sociais em defesa do ex-presidente Lula. Também ocorrerá a 27ª edição do Grito dos Excluídos, que é realizado a quase três décadas e traz temáticas inspiradas em um contraponto ao Grito da Independência, como forma de denunciar injustiças sociais e a desigualdade econômica e social.

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários