Paraíba deve registrar aumento de casos de Covid-19 e de Influenza no pós festejos de fim de ano e férias


 A Paraíba deve registrar um aumento de casos novos diários de Covid-19 e de Influenza nos meses de janeiro e fevereiro de 2022. É o que prevê o secretário de Estado da Saúde (SES-PB), Geraldo Medeiros, em conversa com o ClickPB. Isso ocorrerá após os festejos de fim de ano, como as confraternizações, mas também o período de férias de parte da população, que estará circulando em maior quantidade em pontos da cidade, principalmente na Região Metropolitana de João Pessoa.

“O vírus não perdoa. Onde ocorrer aproximação de pessoas sem máscaras e aglomerações, o vírus se propagará com mais intensidade”, comentou o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, sobre os riscos de contaminação dos vírus, em especial o coronavírus e o da Influenza A, com destaque para a variante H3N2.

De acordo com ele, nos primeiros dois meses devem ocorrer aumento de casos na Paraíba. “Os meses de janeiro e de fevereiro há uma tendência de ocorrer um aumento no número de casos novos diários da Covid e também Influenza em decorrência das confraternizações Natal e o Réveillon com chegada de turistas de outros estados e de outros países que estarão circulando, principalmente na Grande João Pessoa, e trazendo na sua garganta e no seu nariz o novo coronavírus e o H3N2 e contaminando as pessoas”, frisou.

Desde o início da pandemia, até ontem (02), a Paraíba contabiliza 464.565 casos confirmados e 9.599 vidas perdidas pela Covid-19. Já se recuperaram 359.181 pessoas. Até o momento já foram realizados 1.250.737 testes para diagnóstico do novo coronavírus.

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários