TAC determina que prefeitura de Monteiro reveja cota de patrocínio de R$ 1,2 milhão para festa de São João da cidade

 


Um Termo de Ajustamento de Conduta foi firmado entre o Município de Monteiro, o Ministério Público de Contas da Paraíba, o Ministério Público Estadual e o Ministério Público Federal, Município de Monteiro, relativo aos gastos com os festejos juninos.

Este ano, o Município de Monteiro realizou procedimento licitatório com o objeto de contratar uma empresa especializada na exploração dos espaços públicos para a realização do evento, através de captação de recursos por meio de comercialização de cotas de patrocínio e apoio financeiro.

No caso, foi ofertada pelo Município de Monteiro uma cota de patrocínio na monta de R$ 1,2 milhão para a festa.

Os órgãos entenderam que se trata de uma concessão de espaço público para empresa privada, ou seja, um ativo da Prefeitura Municipal com alto potencial de geração de lucro, o que não justificaria, em tese, o alto aporte financeiro realizado pelo município.

Dessa forma, visando a implementar uma cultura de transparência e economicidade para a realização dos festejos juninos vindouros, foi firmado o TAC, prevendo que a cota de patrocínio municipal só existirá, nos próximos eventos, nos casos em que fique demonstrado ser necessária para viabilizar o melhor modelo de evento, de acordo com um prévio projeto básico e estudo de viabilidade.

Ainda, restou compromissado que os contratos de concessão de espaços públicos para exploração comercial de eventos detalharão a obrigatoriedade, a forma e periodicidade da prestação de contas da empresa contratada.

 

 

 

Click PB




FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários