Governadora em exercício prestigia instalação de correição geral da Comarca de João Pessoa

 


A governadora em exercício, Lígia Feliciano, prestigiou no fim da manhã desta segunda-feira (7) a audiência pública de instalação da Correição Ordinária da Comarca de João Pessoa, evento realizado no Fórum Cível Desembargador Mário Moacyr Porto, na Capital. 


Na ocasião, Lígia Feliciano ressaltou a importância da instalação da Correição para uma melhor prestação dos serviços à sociedade. "Hoje é um momento histórico, a instalação da Correição geral. Eu conversava com o desembargador Fred Coutinho e ele dizia do desafio que está sendo esta instalação, inédita e histórica. Tenho certeza de que este evento que hoje começa, e que vai até o dia 9 de dezembro, vai fazer um trabalho de grande importância para a nossa Paraíba, para o nosso Estado. O Governo do Estado tem tido uma parceria harmoniosa com os poderes Legislativo e Judiciário. Estamos à disposição para o que for necessário", afirmou.

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), Saulo Benevides, destacou que o objetivo é aperfeiçoar cada vez mais a prestação dos serviços à população. "Fazer com que o Judiciário da Paraíba cumpra a sua missão muito bem. É isto que todos nós queremos: as reclamações que a sociedade tem em relação à morosidade e outras coisas que vamos detectando. A gestão tem de fazer um mea-culpa, assumir e tentar resolver", completou. 

Já o procurador-geral de Justiça da Paraíba, Antônio Hortênsio, ressaltou que, por ser geral, a correição terá a oportunidade de traçar um diagnóstico mais preciso da Comarca de João Pessoa. "A correição é uma atividade da Corregedoria não apenas para apontar problemas, mas sobretudo traçar orientação. É nesse ato de fiscalização que a Corregedoria pode detectar algo que precise ser aprimorado", acrescentou.

A solenidade de instalação da Correição Ordinária da Comarca de João Pessoa contou ainda com as presenças de Fred Coutinho (corregedor-geral), Harrison Targino (presidente da OAB-PB), Ricardo José da Costa (defensor público geral da Paraíba), José Herbert de Luna Lisboa (diretor do Fórum Cível Moacyr Porto), além de outras autoridades, a exemplo do deputado federal eleito Damião Feliciano (federal) e do deputado estadual eleito João Gonçalves, que representou a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários