Visita do Papai Noel muda a rotina hospitalar dos pacientes e colaboradores no Metropolitano

 

O “bom velhinho” adentrou na manhã desta sexta-feira (23), no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, gerenciado pela Fundação Paraibana de Gestão em Saúde - PB Saúde, renovando os sentimentos mais lembrados no Natal: o amor, a paz, a alegria e comunhão. Pacientes pediátricos e adultos, assim como os acompanhantes e colaboradores, desfrutaram de momentos de afeto e recebimento de presentes.

Quem gostou da surpresa foi Danuzia Maria, mãe da pequena Micaela Bernardo, internada na enfermaria pediátrica do Metropolitano para tratamento neurológico e que nesta manhã recebeu dois presentes: a alta hospitalar e um brinquedo do Papai Noel. “Quando o Papai Noel entrou no quarto foi uma animação para as crianças e eu também gostei muito. Como passamos muito tempo aqui no hospital, inevitavelmente passamos por muitos momentos difíceis, então a presença dele foi muito importante. Eu agradeço todo o cuidado que a equipe teve com minha filha e hoje, após um mês, iremos para casa, celebrar o Natal com toda nossa família”, disse Danuzia.

A ação, planejada pela Comissão de Humanização do Metropolitano, que integra profissionais de diversas áreas, foi pensada para dar oportunidade aos participantes de vivenciar esse momento, podendo sentir de perto a alegria da presença do Papai Noel, uma figura lúdica e representativa nessa época do ano, conforme explicou a coordenadora de comunicação e membro da Comissão de Humanização, Mayara Dantas.

“O objetivo principal da nossa ação se deu porque esse período de internação dos nossos pequenos pacientes, impossibilita a ida deles até um local onde esteja o Papai Noel, por isso pensamos em trazê-lo até elas. Esse período acaba despertando bons sentimentos e boas energias em nossos corações, e a figura do Papai Noel, principalmente para o público pediátrico, é algo marcante, embora nós adultos também sejamos tocados ao vê-lo, pois resgata as lembranças dos natais da nossa infância”, pontuou Mayara.

E, se os colaboradores pensaram que na sacola do Papai Noel não teria presente para adulto, eles estavam muito enganados. O bom velhinho surpreendeu a todos ao pegar dentro de sua sacola um coração cheio de amor e oferecer para que eles levassem e distribuíssem com suas famílias e amigos durante esse Natal.

Com muita animação, o Papai Noel foi interpretado por uma ex-colaboradora do Metropolitano, que atualmente atua na Funad, Rosângela Lima. A assistente social que performou o Papai Noel não parou nem um minuto durante as visitas e foi carinhosamente abraçada por todos, que se contagiaram com suas dancinhas e brincadeiras. “Quando eu recebi o convite para fazer o Papai Noel, eu pensei que não ia nem dormir de tanta satisfação que tive de voltar aqui, pois tenho ótimas lembranças desse hospital. Eu fico sem palavras para explicar a emoção, tudo que eu senti ao passar nas enfermarias e UTIs, e também nos setores onde pude rever os colegas e levar um pouco de alegria, foi renovador também para mim”, afirmou Rosângela.

A psicopedagoga Janielly Fernandes, que integrou a ação natalina, também realizou durante a semana a entrega dos cadernos de atividades, produzidos em parceria com a Terapia Ocupacional e apoio da Humanização. “Buscamos oferecer ao longo da semana, não só para os nossos pacientes internos, mas também os eletivos, que realizam consultas e retornos no ambulatório, os nossos cadernos que visam a estimulação cognitiva, a coordenação motora, e fins didático pedagógicos. Neles temos diversas atividades, e no kit, entregamos lápis de colorir para a pintura dos desenhos. Vimos o quanto as crianças se alegraram e por isso nos alegramos também”, descreveu.

A terapeuta ocupacional Lívia Araújo acrescentou que a mensagem levada a todos os participantes da ação foi a importância de resgatar o verdadeiro sentido do Natal, que, para ela, é tratar as pessoas com empatia. “Eu acho que esse é um momento, tanto de refletir individualmente, quanto pensar no coletivo. Entender o que podemos fazer pelo outro com bondade e amor, já que estamos comemorando uma data que o verdadeiro significado é o nascimento de Cristo que veio ao mundo para pregar a bondade, o amor e a paz. Quando fazemos isso com o nosso próximo, contribuímos para uma sociedade melhor”, refletiu a colaboradora.

SSECOM PB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários