Inscrições para Enem 2024 começam na segunda-feira, dia 27


Clementino Fraga participa de inquérito de avaliação de incapacidades físicas em hanseníase do Ministério da Saúde

 

O Complexo de Doenças Infectocontagiosas Dr Clementino Fraga, unidade integrante da rede de saúde do Governo da Paraíba, é um dos hospitais participantes do Inquérito Nacional de Incapacidades Físicas em Hanseníase. Uma equipe do Ministério da Saúde (MS) esteve na unidade nesta segunda-feira (20), para avaliar casos de pacientes que receberam alta pós-cura da doença. O objetivo é estimar a frequência de incapacidades físicas ocasionadas pela hanseníase e traçar novas políticas públicas para o enfrentamento da enfermidade.

Uma das representantes do MS, a enfermeira Maria Madalena, alertou que a hanseníase é preocupante também pela incapacidade que pode causar. “O inquérito, que está sendo realizado em todo o país, pretende verificar como os serviços estão trabalhando, se há incidência de sequelas, pois um tratamento que não é feito corretamente, pode incapacitar de alguma forma o paciente. Estamos vendo como está sendo o cuidado dado ao paciente”, explicou.

O inquérito do MS está analisando pacientes que tiveram alta por cura entre os anos de 2015 e 2019. No Clementino Fraga, são 16 pacientes sendo investigados. Uma delas é a aposentada Beatriz Pessoa de Meireles. “Eu estava com uma ferida no rosto que não cicatrizava, já havia procurado vários médicos e não tinha resposta. Foi quando vi na televisão que no dia seguinte haveria uma avaliação na Lagoa. Era a equipe aqui do Clementino, que me avaliou e me encaminhou para os médicos daqui. Fiz o tratamento todo pelo Clementino e fiquei boa. Não tenho nenhuma sequela”, disse.

Na análise do inquérito, os pacientes passaram pela Avaliação Neurológica Simplificada (ANS), que é um exame para monitorar a função neural do paciente acometido pela hanseníase, verificando se há alterações autonômicas, comprometimento da sensibilidade ou diminuição da força muscular como resultado do dano neural. Com esse exame é possível detectar o grau de incapacidade física.

A hanseníase é uma doença infecciosa, contagiosa, que afeta os nervos e a pele. Entre os sintomas, estão sensação de formigamento, fisgadas ou dormência nas extremidades, manchas brancas ou avermelhadas na pele, geralmente com perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato e diminuição da força muscular. O Complexo de Doenças Infectocontagiosas Dr Clementino Fraga é referência estadual no tratamento da enfermidade.


SECOM PB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários