CMJP debate Maio Amarelo pela paz no trânsito nesta terça-feira


Corrida Pela Vida atrai mais de mil pessoas no feriado de Proclamação da República, na Capital

 

Uma prova dedicada a salvar vidas. Mais de mil pessoas participaram, na manhã desta quarta-feira (15), da 1ª Corrida Pela Vida, na Capital. O evento conseguiu coletar mil bolsas de sangue, beneficiando quatro mil pessoas. A corrida foi promovida pelo Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, com o apoio do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde do Estado, Hemocentro da Paraíba e Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O secretário de Estado da Saúde, Jhony Bezerra, ressaltou que a corrida, além de promover a saúde, também incentivou novos doadores de sangue. “Estamos, por meio da 1ª Corrida Pela Vida, promovendo a saúde, incentivando atividade física, mudança de hábito de vida e salvando vidas com as doações de sangue – uma doação pode salvar quatro vidas. O evento se consolida no calendário do Governo do Estado e estaremos levando para Campina Grande, em março, e Patos, em junho. Queremos reforçar os estoques de sangue em nosso estado”, salientou.

A secretária executiva de Saúde, Renata Nóbrega, comemora o sucesso do evento e o engajamento da sociedade. “Estamos comemorando, como setor público, o envolvimento de toda sociedade paraibana na prevenção, promoção à saúde e nas doações de sangue. Queremos também agradecer aos hospitais, em especial ao Hospital de Trauma de João Pessoa, que foi protagonista deste processo de organização, assim como o Hemocentro”, ressaltou.

Segundo o diretor técnico do Hospital de Trauma da Capital, Glauber Novaes, a corrida conseguiu unir esporte, saúde e consciência social. “Este evento representa tudo isso, a gente necessitava conseguir mais doadores de sangue para este período de fim de ano e a corrida caiu como uma luva. Conseguimos chamar a atenção para os acidentes de trânsito e batemos recorde de bolsas de sangue arrecadadas. Ano que vem, teremos um evento muito maior”, planejou.

O diretor-geral do Hospital de Trauma de João Pessoa, Laecio Bragante, comemora o recorde de doações de sangue. “É um enorme prazer fazer parte desse grande evento. Em nossa unidade de saúde, há uma demanda muito alta por bolsas de sangue, por sermos o maior hospital de Emergência do Estado e termos elevado número de atendimentos às vítimas de acidentes de trânsito.  Por isso, comemoramos muito essas mil doações de sangue, salvando quatro mil pessoas. Batemos a nossa meta e a Corrida pela Vida tornou-se o evento que registrou a maior quantidade de doação de sangue, de uma só vez”, comentou.

A diretora-geral do Hemocentro da Paraíba, Shirlene Gadelha, acredita que a corrida contribuiu para atrair novos doadores de sangue. “Estamos agora com um estoque muito bom e já distribuímos para toda Paraíba. Queremos que os participantes da corrida fidelizem suas doações aos bancos de sangue, porque o Hemocentro sempre precisa de doadores.  Que sirvam de exemplo para que outras pessoas possam ir ao Hemocentro e se tornem nossas parceiras”, frisou.

Um dos organizadores do evento, Gil Coutinho, destaca o sucesso da corrida. “O que vimos aqui hoje foi uma largada lindíssima com mil atletas e o melhor de tudo salvando vidas. Para a gente foi uma enorme alegria contribuir com o evento totalmente idealizado pelo poder público. Acho que hoje a população deu o seu recado. Queremos mais eventos em prol da saúde”, disse.

A corrida teve percursos de 3km, 5km e 10km. A concentração foi na Estação Cabo Branco - Ciência, Cultura e Artes. O campeão dos 5 km, Jonas Feitosa, parabenizou o evento. “A experiência foi excelente, hoje se provou que na vida e no esporte, todos somos campeões. Quero parabenizar todos os participantes, que vieram em busca de mais qualidade de vida, e ao Governo do Estado, por promover a saúde para toda a população”, ponderou.

A ação, além de contribuir para a qualidade de vida das pessoas, pelo incentivo à prática de atividades físicas teve um papel fundamental no engajamento social, pois no ato da entrega dos kits para corrida, os atletas trouxeram dois quilos de alimentos não perecíveis, arrecadando duas toneladas de alimentos que serão distribuídos ao Hospital Padre Zé.

SECOM PB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários