Inscrições para Enem 2024 começam na segunda-feira, dia 27


Festival Confronto de Gerações traz disputa de repente para o palco do Teatro Paulo Pontes

 


A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) promove um grande encontro de gerações do repente nesta sexta-feira (1º). O II Festival Confronto de Gerações, que acontece no Teatro Paulo Pontes, tem como objetivo mostrar as potências do improviso de violeiros de diversas faixas etárias.


Na disputa, entre os mais experientes, estão: Ivanildo Vila Nova (PE), Sebastião Dias (RN), Raimundo Caetano (PB), Antônio Lisboa (RN) e Rogério Menezes (PB). Já no time dos mais jovens, estão: João Lídio (PE), Cícero Cosme (CE), André Santos (PE), Felipe Pereira (RN) e Evaldo Filho (PB). No total, são 10 participantes, onde o primeiro lugar receberá um prêmio em dinheiro.

Iponax Vila Nova, declamador e coordenador do projeto, lembra que quem decide o grande vencedor é a comissão julgadora, formada por: Djair Olímpio, Jénerson Alves, Aécio Bento e Espingarda do Cordel. A entrada para o II Festival Confronto de Gerações é gratuita.

Time dos veteranos
Ivanildo Vila Nova, é o mais experiente do confronto – com 78 anos – e um dos maiores repentistas da atualidade. Nascido em Caruaru (PE), cresceu acompanhando o pai, o cantador José Faustino Vila Nova, nas cantorias. O ofício abarca gerações e é deixado como legado, já que seu trabalho saiu do sertão para ganhar projeção internacional.
 
Rogério Meneses é natural de Imaculada (PB), onde iniciou sua carreira de repentista. É formado em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru, cidade onde reside atualmente. Tem quase 20 anos de profissão na cantoria.
 
Antônio Lisboa nasceu no Rio Grande do Norte (RN) e atualmente reside no Recife, onde se formou em Música. Com mais de 30 anos de carreira, já participou de inúmeros festivais com premiação. Há mais de 25 anos, atua em dupla com o repentista Edmilson Ferreira. 

Já Raimundo Caetano é conhecido por transformar a construção do seu improviso em obra-prima, esmerando-se no acabamento dos versos, refinando e polindo as estrofes, dando-lhes um toque de classe e beleza de tal forma que teve o seu trabalho comparado ao de um arquiteto, daí seu apelido ser ‘Arquiteto do Repente’.
 
Sebastião Dias, poeta que nasceu em Ouro Branco (RN) e desde cedo, a partir da leitura de folhetos de cordel e da cantoria de viola, trabalha com a arte do improviso.
 
Time da nova geração
Felipe Pereira é um dos artistas mais jovens do gênero repente. É idealizador do projeto "Memórias da Poesia", vitrine para jovens e veteranos. Começou sua carreira em 2011, participando de ações culturais promovidas pela prefeitura de Natal (RN).
 
André Santos nasceu em Afogados da Ingazeira (PE) e é um dos jovens cantores repentistas, integrando a nova geração do repente nordestino. Começou a carreira em 2014, nas cantorias de pé de parede em Tabira (PE). Em 2016 gravou seu primeiro DVD e, em 2018, lançou seu CD com canções autorais.
 
O poeta sertaniense João Lídio é cantador de viola, repentista profissional, radicado em Gravatá (PE). Apesar de ainda jovem, é hoje um dos principais nomes da nova geração de repentistas nordestinos.
 
Evaldo Filho nasceu na cidade de Sumé (PB) e é o mais jovem do grupo – tem apenas 25 anos. Ouvindo desde criança o pai cantar e o acompanhando em eventos de cantoria com outros colegas, o jovem artista já se destaca na nova geração do repente.
 
Já o cearense Cícero Cosme começou a cantar profissionalmente ainda aos 16 anos de idade e, desde então, já se apresentou com vários poetas renomados do Nordeste, além de ter participado de festivais. Cícero também é responsável pela realização do Festival Nacional de Cantadores Repentistas, que acontece anualmente na cidade de Aurora, no Ceará.
 
Serviço:
II Festival ‘Confronto de Gerações’
Data: Sexta-feira, 01 de dezembro
Hora: 19h30
Local: Teatro Paulo Pontes (Espaço Cultural da Paraíba)
Entrada gratuita

SECOM PB



FALA PARAÍBA BORGES NETO 

Comentários