Inscrições para Enem 2024 começam na segunda-feira, dia 27


João Gonçalves visita Complexo Solar em Santa Luzia e enaltece obras que vão garantir segurança energética na Paraíba


O deputado estadual João Gonçalves, acompanhado de outros parlamentares da Assembleia Legislativa da Paraíba, visitou na última quarta-feira (22) as obras do Complexo Solar Santa Luzia, que será o maior da América Latina, com a previsão de gerar 2.4 gigawatt de energia limpa e renovável. O complexo, que conta com o apoio do governador João Azevêdo, está localizado no município de Santa Luzia, no Sertão paraibano, e terá um investimento de quase dois bilhões de reais, gerando quase mil empregos diretos.


O parlamentar destacou a importância do Complexo Solar Santa Luzia, do Grupo Rio Alto, para o fortalecimento da matriz energética do estado, que já conta com o parque eólico instalado no mesmo município. Ele parabenizou o governador João Azevêdo pela sua visão de futuro e pelo seu compromisso com a segurança energética da Paraíba. 


“Esse é um projeto que vai colocar a Paraíba na vanguarda da geração de energia limpa e sustentável. É uma iniciativa que beneficia o meio ambiente, a economia e a população. O governador João Azevêdo tem demonstrado uma gestão eficiente e inovadora, que busca atrair novos empreendimentos e gerar oportunidades para os paraibanos", elogiou.


Durante a visita, o deputado também conheceu a nova subestação Santa Luzia II, que será o ponto de conexão ao Sistema Nacional Interligado (SIN) para dois estratégicos empreendimentos de geração renovável da Neoenergia: o Complexo Eólico de Chafariz, que já está com 20 unidades geradoras em fase de testes, e o parque solar Luzia, cujas obras foram iniciadas em maio e será o primeiro da companhia para geração fotovoltaica centralizada.


“A subestação vai receber toda a energia solar das placas solares e daqui distribuir para a rede, gerando energia, emprego e renda. Isso é desenvolvimento. A Paraíba agradece o nosso governador João Azevêdo, sempre empreendedor e pensando no futuro”, finalizou João Gonçalves.

Assessoria



FALA PARAÍBA BORGES NETO 

Comentários