Bombeiros fazem busca por adolescente que sumiu no mar


Mais do que transformar a cidade, a minha missão é transformar a vida das pessoa



 A Agência das Nações Unidas (ONU) para os Refugiados Palestinos confirma que uma escola gerida pela estrutura em Jabalia, no norte de Gaza, foi atingida. Juliette Touma, diretora de comunicações da UNRWA, disse à BBC que este é "mais um dia triste" para a ONU.

A escola, que funcionava como abrigo, foi "severamente atingida", segundo Juliette Touma.

"Foi atingido o espaço do recreio, onde havia tendas para famílias deslocadas e, depois, houve um outro impacto próximo de uma parede da escola onde havia mulheres fazendo pão", adiantou Touma.

Questionada pela estação pública britânica sobre a autoria do ataque, Juliette Touma afirmou que a UNRWA desconhece a origem dos disparos.

Por sua vez, o tenente-coronel Peter Lerner, porta-voz do Exército israelita, afirmou que o Tsahal (Forças de Defesa de Israel) está ainda a apurando as circunstâncias. "Sabemos que houve troca de disparos e o que parece ter sido fogo sobre terroristas do Hamas dentro e em torno da área, mas não posso confirmar os detalhes".

"É precisamente esta a razão pela qual, ao longo de três semanas, temos pedido às pessoas que se dirijam ao sul", reiterou o porta-voz.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.

Agência Brasil


FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários