Inscrições para Enem 2024 começam na segunda-feira, dia 27


Vice-governador Lucas Ribeiro prestigia lançamento da pedra fundamental para expansão do Parque Tecnológico e do Centro de Energias Renováveis do Insa, em Campina Grande

 

O vice-governador da Paraíba, Lucas Ribeiro, acompanhou nessa quarta-feira (1), em Campina Grande, dois momentos importantes para o avanço da ciência, tecnologia e inovação no estado: a assinatura da ordem de serviço para a expansão do Parque Tecnológico da Paraíba (PaqtcPB) e o lançamento da pedra fundamental do Centro de Tecnologia em Energias Renováveis do Instituto Nacional do Semiárido (Insa). A agenda contou com a presença da ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos.

Na ocasião, o vice-governador ressaltou a importância das iniciativas para o desenvolvimento do estado. "Hoje é um dia marcante para a Paraíba. Estamos dando mais um passo significativo na consolidação do nosso estado como referência em tecnologia e inovação. A expansão do Parque Tecnológico e a criação do Centro de Tecnologia em Energias Renováveis são projetos estratégicos que vão gerar empregos, estimular a pesquisa e promover o desenvolvimento sustentável", destacou.

A expansão do Parque Tecnológico da Paraíba representa um investimento de R$ 15 milhões, destinados a ampliar a infraestrutura e os serviços oferecidos às startups e empresas de base tecnológica. A ampliação do espaço visa fortalecer o ecossistema de inovação da região, promovendo a geração de empregos qualificados e atraindo novos investimentos.

"Essa expansão é um marco para o Parque Tecnológico da Paraíba. Estamos criando um ambiente ainda mais propício para inovação, que vai beneficiar inúmeras startups e empresas de tecnologia da região, fortalecendo o ecossistema de inovação não só de Campina Grande, mas de todo o estado", afirmou Nadja Oliveira, diretora técnica do PaqtcPB.

Já o Centro de Tecnologia em Energias Renováveis do Insa conta com um aporte financeiro de R$ 33 milhões. O centro tem como objetivo desenvolver pesquisas aplicadas e tecnologias voltadas para a utilização de fontes renováveis de energia, com foco especial nas necessidades e potencialidades do semiárido nordestino.

"Esse centro será um ponto de referência em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias limpas, essencial para o avanço do semiárido nordestino. Estamos muito felizes em estar na vanguarda e condução desse projeto ambicioso e histórico", disse a diretora do Insa, Mônica Tejo.

A ministra Luciana Santos também destacou o compromisso do governo federal com o desenvolvimento tecnológico e a inovação. "Esses projetos são exemplos claros do potencial da Paraíba e da importância do investimento em ciência e tecnologia, que estava estagnado e estamos retomando. O Governo Federal está aqui para apoiar e impulsionar essas iniciativas que são fundamentais para o futuro do nosso país".

Também acompanharam as agendas a senadora Daniella Ribeiro; o deputado estadual Inácio Falcão; o secretário de estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Ensino Superior, Cláudio Furtado; a secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rosália Lucas; dentre outras autoridades locais e representantes do setor acadêmico e empresarial.


SECOM PB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários