MEC divulga nesta terça-feira segunda chamada do Prouni


Seap expõe no 37º Salão do Artesanato Paraibano sandálias com estampas coloridas feitas por reeducandos

 


Os visitantes do 37º Salão do Artesanato Paraibano poderão adquirir por preço abaixo do mercado as coloridas sandálias fabricadas por reeducandos da Penitenciária Sílvio Porto, por meio do projeto Calçados para Liberdade. A iniciativa é uma das ações de reinserção social de pessoas em privação de liberdade. Os interessados devem se dirigir ao estande da Secretaria da Administração Penitenciária instalado no Salão. O secretário João Alves tem incentivado a criação e a expansão de projetos de ressocialização.

Atualmente cinco reeducandos estão engajados na fabricação das sandálias mas a projeção é de mais cinco serem inseridos no projeto. Eles vão ser capacitados em curso de Corel Draw agora em janeiro para aprenderem a criar as artes das imagens impressas nas sandálias.

De acordo com Hozana Nascimento dos Santos, policial penal coordenadora do projeto, o produto é vendido a partir de R$9,90, o par, de acordo com os modelos. Conheça mais sobre o projeto no Instagram @sandaliasparahybanas.

Há ainda no estande as bonecas do Castelo de Bonecas feitas por reeducandas da Penitenciária Feminina Júlia Maranhão; o molho de pimenta em conserva da cadeia de Remígio, além de artesanato diverso em madeira, argila, fibras, cordas e outras matérias-primas.

 

Comentários