Oi, Vivo e TIM são multadas por propaganda enganosa sobre 5G

Obras do Novo Terminal de Passageiros do Parque Solon de Lucena vão mudar trânsito e transporte no Centro

 


Dando continuidade aos investimentos no transporte público para proporcionar cada vez mais melhorias aos passageiros, a Prefeitura de João Pessoa informa que, a partir do próximo domingo (26), serão iniciadas as obras para implantação do Novo Terminal de Passageiros do Paque Solon de Lucena (Lagoa). A expectativa é de que, em aproximadamente 60 dias, o espaço já esteja ofertando mais segurança, conforto e qualidade para embarques/desembarques do público.

A iniciativa é uma parceria da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) com o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Passageiros (Sintur-JP). De acordo com Expedito Leite Filho, superintendente de Mobilidade Urbana da Capital, as intervenções que resultarão em benefícios aos usuários devem ser finalizadas em dois meses, por isso, ônibus e demais veículos precisarão compartilhar os mesmos espaços. Ou seja, durante o período de reforma, as atuais plataformas serão desativadas temporariamente e o transporte público também transitará pela Via Parque Solon de Lucena.

“Sem sombra de dúvidas o projeto aprovado trará uma melhor qualidade e conforto para embarques e desembarques nas plataformas da Lagoa. Enquanto as obras estiveram ocorrendo, vamos precisar desviar o trajeto dos ônibus e, para isso, daremos todo o suporte necessário. Contamos com a contribuição também da população para que esses possíveis transtornos sejam rapidamente sanados”, informou Expedito Leite Filho.

Para Isaac Júnior, diretor executivo do Sintur-JP, esta é mais uma parceria que demonstra o cuidado que a gestão municipal tem com quem se desloca, seja diariamente ou esporadicamente, utilizando o transporte público. “Esta união fortalece a implantação de melhorias, sempre pensando no melhor para os usuários. Juntos, substituiremos toda estrutura metálica, implantaremos novas e modernas cobertas, além de repaginarmos todo o layout. E, ainda, com suporte do poder público, vamos propiciar a renovação da malha asfáltica, iluminação e acessibilidade para pessoas com deficiência”, detalhou.

Embarques e desembarques durante as obras – As linhas que trafegam nos corredores Cruz das Armas, Acesso Oeste e 02 de Fevereiro realizarão as paradas no ‘anel externo’, próximo ao Cassino da Lagoa. Já as linhas dos corredores Pedro II, Epitácio Pessoa, Tancredo Neves e Beira Rio vão realizar embarques e desembarques nas proximidades do Centro Comercial de Passagem (CCP).

Victor Gomes, diretor de transportes da Semob-JP, reforça que das 77 linhas que formam o quadro operacional atualmente do transporte público da Capital, 70 circulam pela Lagoa. “A média de passageiros na cidade, por dia, é de 200 mil usuários. Destes, cerca de 170 mil deverão perceber o impacto da mudança e terão que se adaptar neste período aos novos locais de acesso aos ônibus”, explicou.

Trânsito no entorno da Lagoa – A Diretoria de Operações da Semob-JP, a partir do primeiro dia de interdição das plataformas de ônibus, manterá equipes com agentes de mobilidade de plantão na região, tanto organizando o fluxo de veículos quanto orientando os passageiros sobre as duas novas localidades para acessarem o transporte público. Além disso, será necessário isolar uma área próximo ao CCP para comportar a presença dos usuários à espera dos ônibus no local.

Sanderson Cesário, diretor de operações do órgão, orienta que condutores de veículos comuns também busquem rotas alternativas, evitando o deslocamento na região do entorno da Lagoa. “Manteremos equipes operacionais diárias além de monitorarmos tudo através das câmeras do Centro Operacional de Trânsito e Transporte. Sugerimos como rotas aos motociclistas e motoristas vias como a Avenida João Machado e Odon Bezerra, afim de reduzir a demanda de veículos próximos da Lagoa e diminuir as chances de congestionamento”, afirmou.

Melhorias no transporte público – A gestão municipal vem realizando os maiores investimentos dos últimos tempos para promover melhorias no transporte público da cidade, adquirindo ônibus mais modernos e menos poluentes, tornando João Pessoa a terceira Capital da Região Nordeste com a frota mais nova. Já são 77 veículos zero quilômetro, 75 seminovos e mais 20 geladinhos reforçando o quadro operacional de ônibus. Além disso, a cidade foi agraciada pelo Ministério das Cidades com R$ 180 milhões, para aquisição de 60 ônibus elétricos. Este tipo de transporte faz parte do planejamento para que o Município avance em modernização, mantendo ainda o compromisso com o meio ambiente.

PB AGORA



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários