Oi, Vivo e TIM são multadas por propaganda enganosa sobre 5G


Justiça Eleitoral multa Lula e Boulos por propaganda eleitoral antecipada

 






O presidente Lula (PT) e o pré-candidato a prefeito de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), foram condenados, nesta sexta-feira (21), ao pagamento de multas por causa de propaganda eleitoral antecipada. O petista pediu votos para o deputado federal durante ato do 1º de Maio.

O juiz eleitoral Paulo Sorci, da 2ª Zona Eleitoral de São Paulo, determinou que Lula pague R$ 20 mil de multa. Para Boulos, o valor imposto é de R$ 15 mil. Para os dois ainda cabe recurso.

Em ato do Dia do Trabalhador promovido por centrais sindicais na zona leste da Capital, Lula pediu explicitamente para que seus eleitores votem nele, confrontando a legislação eleitoral.

“Vou fazer um apelo: cada pessoa que votou no Lula em 89, em 94, em 98, em 2006, em 2010, em 2018… 2022, tem que votar no Boulos para prefeito de São Paulo.”

A propaganda eleitoral será permitida somente após o dia 16 de agosto, quando as candidaturas já estiverem registradas na Justiça Eleitoral. A lei estabelece pena de R$ 5.000 a R$ 25 mil para propaganda feita antes do prazo regular.

MaisPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários