Oi, Vivo e TIM são multadas por propaganda enganosa sobre 5G

Programa Opera Paraíba já ofertou mais de 3.500 cirurgias guiadas por vídeo em 2024

 


Clínicas, em Campina Grande, a média mensal é de 350 cirurgias por vídeo. A professora Mônica Cristina, de 55 anos, foi uma das beneficiadas na unidade, e no último mês de abril passou por uma cirurgia bariátrica. Ela conta que a recuperação foi bem rápida. “A recuperação da cirurgia foi surpreendente, pensei que seria difícil, mas foi excelente, sem nenhum incômodo ou desconforto. Hoje já não tomo mais medicação de diabetes e nem de pressão, estou realmente feliz com essa nova mudança, uma nova vida,” relata.


Ainda segundo o cirurgião ortopedista Francisco Borborema, a qualidade de imagem proporcionada pelo equipamento permite a realização de procedimentos com mais segurança, se comparado às cirurgias convencionais. “Além do menor tempo de internação, a cirurgia guiada por vídeo reduz os riscos de contaminação e proporciona uma recuperação muito mais rápida do paciente. Com as cirurgias realizadas com corte, o paciente ficava afastado do trabalho por um período de tempo bem maior. Além disso, o pós-operatório demandava mais cuidados e maior tempo de internação”, detalha o médico.

Para participar do programa, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) deve procurar a secretaria municipal de saúde do seu município, ou fazer o cadastro pelo endereço operaparaiba.pb.gov.br, preenchendo o formulário, e anexando exames e laudos encaminhados pelo médico que confirmem a necessidade da intervenção cirúrgica.
SECOM-PB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários