Inscrições para Enem 2024 começam na segunda-feira, dia 27


João Azevêdo reivindica investimentos na alta e média complexidade na Saúde à ministra Nísia Trindade

 


O governador João Azevêdo se reuniu, na última terça-feira (24), em Brasília, com a ministra da Saúde, Nísia Trindade, ocasião em que pleiteou o apoio do Governo federal para o fortalecimento da média e alta complexidade, com a implantação de policlínicas regionais, e do atendimento em oncologia para aumentar a capacidade de diagnóstico e tratamento em todo o estado, além da habilitação do Programa Coração Paraibano.


“Tivemos a oportunidade de tratar pautas importantes da Paraíba, onde o SUS verdadeiramente funciona e tenho certeza de que os encaminhamentos da reunião com a ministra Nísia só farão com que a saúde da Paraíba melhore a cada dia”, frisou o chefe do Executivo estadual.

A ministra Nísia Trindade se colocou à disposição para contribuir com o fortalecimento da saúde do estado. “É uma satisfação receber o governador João Azevêdo. Tivemos a oportunidade de tratar da agenda da média e alta complexidade, das propostas que o estado irá encaminhar para o PAC, numa construção em benefício da população da Paraíba”, comentou.

O secretário de estado da Saúde, Jhony Bezerra, fez uma avaliação positiva da reunião e dos avanços que foram assegurados para ampliar o atendimento em todo o estado. “O governador vai lançar em breve o programa de regionalização das policlínicas, das quais três serão macrorregionais e dez regionais, que terão consultas com médicos especialistas, tomografia, ressonância, ultrassonografia, ampliando o acesso dos usuários no interior do estado. Também foi apresentado o projeto de oncologia do estado e da necessidade da habilitação do programa Coração Paraibano, que hoje é custeado com 100% de recursos do estado”, explicou.

Também participaram da reunião os auxiliares da gestão estadual Arimatheus Reis (diretor superintendente da Fundação PB Saúde), Felipe Almeida (diretor  assistencial do Hospital Metropolitano), Matheus Agra (diretor técnico do Hospital Metropolitano), Deusdete Queiroga (secretário da Infraestrutura e dos Recursos Hídricos), Adauto Fernandes (secretário executivo da Representação Institucional) e Ronaldo Guerra (chefe de Gabinete do Governador).

SECOM PB



FALA PARAÍBA BORGES NETO 

Comentários