Bombeiros fazem busca por adolescente que sumiu no mar


Voo com brasileiros que estavam em Gaza deixa o Egito com destino ao Brasil

 

O voo com os 32 brasileiros e familiares que deixaram a Faixa de Gaza neste fim de semana decolou do aeroporto do Cairo, no Egito, na manhã desta segunda-feira (13), com destino ao Brasil. As informações são do R7, parceiro nacional do Portal Correio.

O VC-2 (Embraer 190), cedido pela Presidência da República, decolou às 6h51 (horário de Brasília) com 17 crianças, nove mulheres e seis homens.

A aeronave fará três paradas técnicas, segundo a previsão da FAB: em Roma, na Itália, em Las Palmas, na Espanha, e na Base Aérea do Recife (BARF). A previsão é que o avião pouse por volta das 23h30 desta segunda-feira (13) em Brasília.

Desde que cruzou a fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito após uma espera de mais de três semanas pela permissão das autoridades envolvidas na guerra, o grupo fez a imigração e foi transportado em vans fretadas pela Embaixada Brasileira no Egito até Al-Arish. Eles chegaram ao Cairo na noite desse domingo (12).

Em postagem em uma rede social, a Presidência da República afirmou que o Brasil aguarda o grupo.

Os brasileiros e familiares foram autorizados a deixar a Faixa de Gaza, pela cidade de Rafah, na fronteira com o Egito, nas primeiras horas desse domingo (12), no horário de Brasília. Da primeira relação, com 34 nomes, houve duas desistências.

Quase metade dos brasileiros que conseguiram cruzar a fronteira entre Gaza e o Egito vai para uma cidade do interior de São Paulo, ainda não divulgada, dois dias após o desembarque em Brasília (DF).

O grupo estava dividido em duas cidades no sul de Gaza — Rafah e Khan Younis — desde 14 de outubro. Rafah fica na fronteira do Egito com Gaza e é por onde passam os caminhões com ajuda humanitária.

Palestinos parentes de brasileiros terão apoio para emitir documentos

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, declarou nesse domingo (12) que os palestinos parentes de brasileiros que deixaram a Faixa de Gaza em direção ao Brasil serão acolhidos em ação conjunta dos ministérios da Justiça e Segurança Pública e do Desenvolvimento Social e da Casa Civil, além das pastas das Relações Exteriores e da Defesa, que coordenaram a operação de repatriação. 

“Na chegada, também teremos participação do MJSP e do MDS, na parte de apoio a todos esses brasileiros. O Ministério do Desenvolvimento Social tem, junto à Casa Civil, esse sistema de apoio e acolhimento. Será disponibilizada identidade, permissão de trabalho, acesso ao SUS e a toda a rede de apoio social para refugiados, inclusive com opções de pedido de refúgio e de regularização da situação de cada um”, afirmou Vieira.

De acordo com o ministro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manifestou vontade de se reunir com os brasileiros e parentes próximos vindos da Faixa de Gaza. Lula registrou, nesse domingo (12), em uma rede social a saída dos brasileiros da zona de conflito. “Os brasileiros já atravessaram a fronteira e se encontram no Egito, de onde virão, em segurança, para o Brasil, na operação Voltando em Paz”, escreveu Lula, que elogiou a atuação dos órgãos do governo federal.

Portal Correio


BLOG DO BRUNO LIRA



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários