MEC divulga nesta terça-feira segunda chamada do Prouni


Serviços de Hemodinâmica realizam mais de 12 mil procedimentos em 2023

 

s serviços de hemodinâmica, implantados pelo Governo da Paraíba e ampliados para outras regiões do Estado sob a gerência da Fundação Paraibana de Gestão em Saúde (PB Saúde), realizaram, em 2023, mais de 12 mil procedimentos que salvaram a vida de paraibanos que precisaram de atendimento cardiológico, neurológico ou endovascular em todo o estado.

Uma destas pessoas beneficiadas foi o padre José Ronaldo Marques da Costa, de 57 anos, que passou por um cateterismo e uma angioplastia na Hemodinâmica de Patos, após sofrer um infarto agudo do miocárdio, em julho. Graças ao pleno funcionamento do serviço, o primeiro no Sertão do estado, o atendimento aconteceu cerca de meia hora depois que o paciente recebeu o primeiro atendimento, no Hospital Regional de Piancó. "A direção do hospital foi muito ágil na minha transferência para Patos, realmente foi de uma agilidade impressionante. É uma bênção para o nosso Sertão ter aqui esse centro de hemodinâmica, porque tudo fica rápido", disse o sacerdote após receber alta.

O padre José Ronaldo foi uma das 2.595 pessoas que passaram por algum procedimento na Hemodinâmica de Patos, que funciona no Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, e foi inaugurado em dezembro de 2022. O serviço ultrapassou a meta estipulada pelo Governo do Estado para o contrato de gerenciamento do serviço por parte da PB Saúde em 2023, que era de 1.464 procedimentos.

O total representa 77,25% de atendimentos a mais do que o previsto, e este crescimento foi impulsionado pelos procedimentos de cardiologia intervencionista, que não só bateu a meta de 1.224 como atingiu 2.385 procedimentos em 2023, 94,85% a mais do que a meta.

Além da Hemodinâmica de Patos, a PB Saúde gerencia outros três serviços de hemodinâmica, sendo dois no Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita; e um no Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande.

Na Hemodinâmica de Campina Grande, que atua desde agosto de 2022, foram 56% de atendimentos a mais do que a meta. Conforme contrato de gestão, a previsão para 2023 era de 2.052 procedimentos, sendo que foram realizados 3.201 ao longo do ano.

Os procedimentos diagnósticos e terapêuticos de neurorradiologia mais do que dobraram a meta de 384, realizando 829 ao longo do ano. Também foram feitos 1.705 procedimentos de cardiologia intervencionista, 37,9% a mais do que a meta de 1.236; e 667 procedimentos endovasculares, 54,4% a mais do que a meta de 432.

As hemodinâmicas do Hospital Metropolitano também ultrapassaram a meta estipulada para 2023. No total, foram realizados 6.359 procedimentos, 32,47% a mais do que os 4.800 previstos para 2023. Nos 12 meses do ano, foram feitos 1.003 procedimentos endovasculares, 39,3% a mais que a previsão de 720; 1.502 procedimentos diagnósticos e terapêuticos de neurorradiologia, 39% a mais que os 1.080 previstos; e 3.854 procedimentos de cardiologia intervencionista adulto e pediátrica, 28,4% a mais que os 3 mil previstos.

O número de atendimentos em todas as hemodinâmicas apresentaram crescimento sobretudo a partir de março de 2023, quando o Governo do Estado implantou o programa Coração Paraibano, que criou um protocolo para o atendimento rápido de pacientes cardiológicos. Os atendimentos nas hemodinâmicas são feitos de forma regulada, por meio da Central de Regulação da Secretaria de Estado da Saúde (SES), junto à regulação da PB Saúde, que analisa o perfil de cada paciente e procede com o encaminhamento necessário.

"É com grande satisfação que apresentamos estes resultados excepcionais alcançados pelos nossos serviços de hemodinâmica. Isso é um reflexo do comprometimento e eficiência de todos os profissionais que fazem parte da PB Saúde, cujo trabalho árduo e dedicado contribuiu para salvar a vida de milhares de paraibanos", disse Ari Reis, diretor superintendente da PB Saúde.


SECOM PB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO

Comentários